É a mais moderna técnica de conservação de corpos, utilizada em quase todo o mundo. Não é necropsia, tampouco retirada de órgãos. Introduzida no Brasil em 1994, esta técnica está sendo responsável pela evolução que o segmento funerário experimentou nos últimos anos.

A TANATOPRAXIA não traz vantagens apenas para a aparência da pessoa, oferece à família o melhor dos benefícios que se constitui em recordar do seu ente querido como ele era verdadeiramente em vida. Isto se constitui de um valor incalculável. Todas as mudanças ocorridas no processo terminal do falecido, são alteradas com esse tratamento, deixando na memória da família um semblante de paz e tranqüilidade. Quando passamos por um processo de perda de um ente querido, a última lembrança é aquela que fica para sempre.

A realização da TANATOPRAXIA se constitui num gesto de amor e carinho, pois além de amenizar as transformações próprias do corpo sem vida, contribui no processo difícil da adaptação da ausência do ser amado.

Este tipo de tratamento é realizado pela ASSISTÊNCIA FAMILIAR E FUNERÁRIA SÃO CRISTÓVÃO, com curso extensivo junto a faculdade de medicina de Botucatu/SP (UNESP). Homologado no congresso em 30/09/2002, conforme processo 518/95 IBB.